DestaquesEx-Jogadores e Ídolos do FluminenseJogos e Partidas do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Fábio não perde tempo e detona Diego Cavalieri

Arqueiros estão na história do Fluminense

A trajetória de Fábio nas Laranjeiras ganhou mais um capítulo a ser comemorado. Na última quarta-feira (29), o goleiro completou 150 jogos defendendo a camisa do Fluminense, além de ter cravado nova vitória na Libertadores. No entanto, o que chamou a atenção foi a média de gols sofridos, apresentando campanha melhor que a de Diego Cavalieri.

Anunciado como reforço do Fluminense no dia 19 de janeiro de 2022, Fábio chegou com moral no clube e mostrou suas credenciais logo de cara. Após vários títulos conquistados em Xerém, o guarda-redes sofreu apenas 151 gols, o que corresponde a 1,006 falha por jogo. Para se ter noção da façanha do goleiro, Cavalieri, em 352 confrontos, encerrou sua passagem no Time de Guerreiros com uma média de 1,12 tento sofrido por embate. Confira o ranking abaixo: 

  • Fábio: 150 jogos – 151 gols – 1,006 gol sofrido por jogo
  • Diego Cavalieri: 352 jogos – 397 gols – 1,12 gol sofrido por jogo 
  • Fernando Henrique: 265 jogos – 327 gols – 1,23 gol sofrido por jogo
  • Ricardo Berna: 94 jogos – 102 gols – 1,08 gol sofrido por jogo 
Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fábio já é ídolo? 

Aos 42 anos, Fábio permanece entregando alta performance dentro das quatro linhas e como resultado de sua destreza, o goleiro garantiu a festa da torcida tricolor em várias oportunidades. Desde que desembarcou no Fluminense, o arqueiro faturou os títulos do Campeonato Carioca (2022 e 2023), Libertadores da América (2023) e Recopa Sul-Americana (2024).

Apesar de suas habilidades, a diretoria tricolor ainda não definiu o futuro do goleiro, que possui contrato válido até 31 de dezembro de 2024. Em contrapartida, Fábio pode encerrar sua estadia em Xerém com mais três títulos, já que o Fluminense está presente nas oitavas de final da Libertadores e Copa do Brasil, além de brigar pela taça da Série A. 

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo