Últimas Notícias do FluminenseDestaquesEx-Jogadores e Ídolos do Fluminense

Ex-jogador do Fluminense revela que quase morreu em 2023

Atleta faturou a Copa do Brasil 2007

Em dezembro de 2023, Somália, ex-jogador do Fluminense e campeão da Copa do Brasil de 2007, foi encaminhado à emergência do Hospital Márcio Cunha, em Minas Gerais. Se queixando de várias dores de cabeça, o craque foi diagnosticado com suspeita de AVC. Aos 46 anos, o ex-atacante falou sobre sua experiência traumática e revelou que por muito pouco não morreu.

Em entrevista cedida à Rádio Itatiaia, Somália falou pela primeira vez sobre os momentos de tensão que passou dentro do hospital. Visivelmente abalado, o ex-jogador do Fluminense esclareceu que em seu quadro foi detectada uma trombose venosa cerebral. Potencializando ainda mais o problema, o atacante agradeceu o apoio recebido por médicos, familiares, amigos e fãs.

– “Graças a Deus eu fui rápido para o hospital, o que me deu oportunidade de estar aqui hoje. Foi muito grave. Muita gente falou de AVC, mas foi uma trombose venosa cerebral. Por pouco não entupiu toda a veia e eu não estaria aqui. Graças ao bom Deus, as orações de todos vocês, ao hospital que cuidou para eu estar com saúde, as pessoas que ajudaram, meus amigos. Sou muito grato pelo que vocês têm feito. Temos que nos cuidar. Eu vinha me cuidando, mas foi algo imediato” – disse.

O campeão da Copa do Brasil 2007 com o Fluminense explicou como tudo começou. De acordo com Somália, algumas semanas antes de dar entrada no hospital, muitas dores passaram a ser características, o que ligou seu sinal de alerta em busca de ajuda profissional.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

– “Foi um susto, mas graças a Deus estou aqui, firme e forte. Foi um momento muito difícil na minha vida. Sou um cara que estou sempre me cuidando, fazendo esportes, academia, aproveitando a vida da melhor forma possível, me cuidando (…) Duas semanas antes de ser internado, passei a ter uma dor no pescoço. Essa dor foi se intensificando, subindo para a cabeça e para a nuca. Logo em seguida, tive meu primeiro desmaio, em casa mesmo. Minha esposa teve que me socorrer, fomos para o hospital. Lá, fiz todo o procedimento e me deram alta. Disseram para eu ficar tranquilo, porque era simplesmente uma dor e a pressão tinha baixado” – comentou Somália.

Trajetória além do Fluminense

Revelado com a camisa do América-MG, Somália conta com uma lista extensa de clubes por onde passou. De modo geral, o centroavante vestiu as camisas de: São Caetano, Goiás, Grêmio, Santos, Fluminense, Náutico, Brasiliense, Boavista, Duque de Caxias, Figueirense, Bonsucesso, Betim EC, América-RJ, América FC e Taboão Serra.

Em contrapartida, fora do Brasil, o ex-Fluminense passou ainda por: Al-Hilal (ARA), Kuwait SC, Feyenoord (HOL) Busan I’Park (JAP) e Publikum Celje, da Eslovênia.


Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo