DestaquesFla-FluMercado da Bola do FluminenseÚltimas Notícias do Fluminense

Ex-jogador do Flamengo estava acertado com o Fluminense, mas foi vetado de última hora 

A novela entre Flamengo e Fluminense continua sempre muito ativa dentro e fora das quatro linhas. Mais recentemente, um atleta revelado pelo Flamengo e com muita identificação com o clube da Gávea fez uma grande revelação de que por pouco não fechou com o Fluminense, mesmo tendo um acordo selado com o Tricolor.

Durante uma entrevista ao podcast Flow Sport Club, o jogador em questão, o goleiro Gúlio Vargas, uma das revelações do Flamengo no início dos anos 2000, contou que até mesmo já havia um acerto entre as partes para que ele reforçasse o Tricolor Carioca em 2013. Na época, o Fluminense vinha de um recém-campeonato brasileiro conquistado em 2012 e planejava montar um elenco competitivo para 2013.

No entanto, Gúlio Vargas revelou que a negociação não foi concluída e detalhou desde o início da negociação até a quase sacramentação do negócio. Segundo o goleiro, até mesmo o técnico do Fluminense na época havia dado aval para a negociação.

Getúlio revela detalhes da transação para rival do Flamengo

“O Abel tinha me subido na época do Flamengo. O Berna tinha ficado chateado na época porque o Cavalieri tinha assumido a titularidade e o Berna vinha bem, mas ele acabou indo embora. O Fluminense ficou sem segundo goleiro. Aí falei: ‘Cara, é minha chance’. Meu pai é tricolor pra caramba, minha família toda. Fiz uns contatos, meu empresário falou com o Abel, e o Abel disse: ‘Sem problema, vamos trazer’ – relatou Getúlio sobre o interesse em jogar no Flu.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O goleiro ainda detalha mais sobre a negociação que a princípio viria para ser o reserva imediato de Cavalieri. Getúlio, na época, estava no Bangu. Entretanto, apesar de tudo certo e com aval até mesmo do executivo de futebol do Flu na época (Rodrigo Caetano), a negociação foi por água abaixo por dois motivos.

“Só que o Abel caiu, e o Cavalieri tinha tomado um gol olímpico do Macaé, e me disseram que não poderia trazer agora para não acharem que estaria substituindo o Cavalieri. Vão pegar um goleiro mortadela, eu, lá do Bangu? (risos). Aí assumiu o Luxemburgo, e o Caetano me ligou, foi super honesto: ‘Você estava nos planos, você sabe, mas mudou agora, uma situação diferente’ – contou Getúlio sobre a decepção de não ter fechado com o Fluminense.

Na época, o goleiro relatou que sentiu bastante a não contratação, mas que mesmo assim levantou a cabeça apesar do baque. Getúlio, hoje com 40 anos, está aposentado mas vestiu as camisas de Fortaleza, Westerlo (BEL), Duque de Caxias, Vitória de Setúbal (POR), Orlando Pirates (AFS), Bangu, ABC e encerrou a carreira no Boavista-RJ em 2014.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo