Últimas Notícias do Fluminense

Ex-Fluminense participa de série no YouTube e ganha fortuna para emagrecer

O Fluminense ganhou, no início de 2014, uma disputa ferrenha no futebol brasileiro ao contratar o atacante Walter, que fez uma excelente temporada no ano anterior com a camisa do Goiás. O “Gordinho” anotou 29 gols em 54 jogos e despertou interesse do próprio Tricolor, do Sport, Corinthians e Botafogo, apesar do peso acima da média para um jogador.

A trajetória nas Laranjeiras durou apenas um ano. O atacante, reserva de Fred e Rafael Sóbis, não teve tantos minutos em campo e nem atingiu uma forma agradável aos dirigentes do Fluminense. Walter, então, assinou com o Athletico depois de nove gols em 50 partidas para reencontrar o treinador dos tempos de Goiás. O sucesso nunca o acompanhou novamente.

Mil reais por Quilo

Não à toa, Walter está, atualmente, no São Borja, da terceira divisão do campeonato gaúcho. O que o fez se aproximar do criador de conteúdo no YouTube Duda Garbi e dar um novo rumo à carreira. O atacante participou de uma série no Canal do próprio Duda Garbi com o objetivo de emagrecer. O incentivo, aliás, envolvia muita grana.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em quatro episódios gravados ao lado de psicólogo, nutricionista, amigos e mãe, Walter emagreceu 11 Kg e levou para casa uma bolada de R$ 11 mil – mil a cada quilo perdido – durante um mês. Valor superior ao dobro do que o atacante ganhava na época de Pelotas, outro clube na história do jogador.

Calma lá, torcedor!

A classificação do Fluminense às Quartas de Final da Copa Libertadores não foi acompanhada somente de comemoração e alegria. A torcida se envolveu em confusões com arremessos de objetos em direção ao gramado do Maracanã e explosão de bombas na vitória por 2 a 0 em cima do Argentinos Juniors, da Argentina. A Conmebol, que já puniu o Tricolor em duas oportunidades somente nesta edição, abriu uma nova investigação e o desfecho, provavelmente, será o mesmo.

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo