Últimas Notícias do Fluminense

Ex-atleta do Fluminense pode parar na cadeia por arruaça em condomínio

O ex-jogador Carlos Alberto, velho conhecido da torcida do Fluminense, parece acumular problemas fora dos gramados, especialmente no Condomínio Alphaland Residence Club, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O profissional tem um histórico impressionantemente negativo, relatado pelos próprios moradores do local. Agora, a torcida carioca acompanha a situação de perto.

As denúncias dos moradores do atleta são inúmeras, se desdobrando entre agressão, ameaça de tiro, urina no corredor, orgias sexuais na varanda e etc. As informações foram compartilhadas em um primeiro momento pelo ‘O Globo’, surpreendendo os torcedores que acompanharam sua trajetória no futebol. Assim, as multas em relação aos problemas superam os R$ 20 mil.

No documento que está sendo direcionado ao ex-jogador, os moradores exigem algo como prisão simples, de 15 dias a 3 meses. Além disso, também foram citadas as festas com música alta e gritaria, ofensas a moradores e funcionários, agressões a visitantes e porteiros e até relações realizadas na varanda de sua casa, promovendo certa desordem no condomínio.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ex-jogador do Fluminense proporciona ações inacreditáveis

Entre as denúncias e acusações do processo, um dos moradores conta que o ex-jogador do Fluminense estava gritando com os porteiros na guarita, de maneira extremamente agressiva, garantindo que sua namorada havia entrado sem sua autorização, algo que impressionou interrnamente. O atleta ameaçou os trabalhadores, garantindo que “ia dar tiro dentro do condomínio” caso o fato se repetisse.

No entanto, as questões não param por aí, e outro morador confirmou que o atleta, ao discutir por 30 minutos no condomínio com a namorada da época, deitou na frente de seu carro para tentar impedir que ela saísse do local. Assim, não demorou para que o profissional começasse a reação totalmente agressiva, com chutes que quebraram os retrovisores do veículo.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo