Destaques

Elenco do Nova Iguaçu alopra o Vasco no vestiário após classificação

Em um final de semana agitado, repleto de surpresas nos estaduais, o Nova Iguaçu surpreendeu em mais um momento e deixou seu nome marcado no Maracanã. Ainda no último domingo (17), contando com mais de 60 mil pessoas no estádio, a equipe derrotou o Vasco da Gama por 1 a 0. Agora, caminha para a sua primeira final do Campeonato Carioca, com destaque para Bill.

Com a importante vantagem de dois resultados iguais, levando em consideração a campanha feita no torneio, o Nova Iguaçu evitou se arriscar e acabou levando a melhor. Se no primeiro duelo dominou o adversário, no segundo jogo conseguiu segurar a pressão, mesmo atuando no Maracanã, e soube aproveitar os deslizes do adversário, avançando à final contra o Flamengo.

No vestiário, concretizando mais um importante passo na história do time, os jogadores do Nova Iguaçu provocaram o Vasco da Gama ainda no Maracanã, cantando uma música que tem viralizado nas redes sociais, o “Chama a SAMU”. O vídeo rapidamente percorreu as redes sociais, levantando uma nova decepção para a torcida do Gigante da Colina.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Nova Iguaçu supera as estatísticas e surpreende

No total, foram 18 anos para que a final do Campeonato Carioca não contasse com dois representantes dos quatro grandes do Rio de Janeiro. Ainda em 2006, o Madureira foi o responsável por superar as expectativas, mas acabou sendo derrotado na decisão pelo Botafogo. Agora, o Nova Iguaçu terá um importante compromisso contra o Flamengo de Tite.

Desta vez, o Nova Iguaçu é quem estará em desvantagem, considerando que o Flamengo poderá ir em busca de dois resultado iguais, já que apresentou a campanha na primeira fase. Como não contava com nenhuma vantagem, o Vasco entrou entrou em campo em busca da vitória, contando com o apoio do torcedor. No entanto, o forte calor pode ter prejudicado o dinamismo da partida.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo