Últimas Notícias do Fluminense

Dono do Botafogo se despede de clube e dá declaração polêmica

Sonhando com um novo time na terra da Rainha, John Textor, dono do Botafogo, vai em busca de um time que possa levantar troféus na Inglaterra. Como já possui responsabilidades ao lado do clube carioca, o dirigente pretende se desfazer da participação da Eagle Football Holding no Crystal Palace e está de olho no Everton, que está prestes a ser adquirido pela 777 Partners.

“Eu quero estar envolvido em um clube inglês que ganhe campeonatos, no topo da liga. E isso requer assumir riscos que podem igualmente te levar para o caminho contrário. Não sei se essa estratégia necessariamente é correta para o Palace. Deve haver outras pessoas um pouco mais pacientes que eu, e talvez a impaciência não seja necessariamente boa para o Palace”, explicou ao site “The Athletic”.

Em entrevista, o polêmico Textor revelou o desejo de vender o Crystal Palace, entendendo a dificuldade em obter controle majoritário do time, algo que gera preocupação nos bastidores. Atualmente, a Eagle Football é dona de 45% das ações do clube inglês e está em busca de um investidor fortemente para ficar definitivamente com sua parte. Assim, o interesse pode ser mútuo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Textor pode estudar possibilidades longe do Botafogo

No entanto, vale ressaltar que Textor só poderá adquirir o Everton, caso realize a venda do Crystal Palace. Ainda na temporada passada, a 777 Partners, ligada ao Vasco da Gama, rival do Botafogo, fechou um acordo para adquirir 94% do Everton. Atualmente, possui ligação com o empresário britânico-iraniano Farhad Moshiri, em uma transação avaliada em mais de 550 milhões de libras (cerca de R$ 3,3 bilhões).

“A nossa intenção é listar a empresa publicamente em breve. Empresas assim não recebem muito valor de participações minoritárias, por razões econômicas, e seus acionistas gostam de saber que seu capital está alocado em situações que você pode controlar”, contou John Textor. Pensando nisso, é importante ressaltar que um investidor não pode ter participação em mais de uma equipe na mesma divisão”.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo