Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFla-FluFluminense no CariocãoJogos e Partidas do Fluminense

Diniz toma dura decisão e encosta John Kennedy no Fluminense

Apesar de contar com Germán Cano e Jhon Arias no sistema ofensivo do Fluminense, Fernando Diniz ainda tem como opção John Kennedy. Diante do Flamengo, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Carioca, o comandante não convocou o garoto, o que pode ter colocado um peso maior na derrota por 2 a 0. No entanto, o ex-treinador da Seleção Brasileira explicou o motivo de sua decisão.

Em coletiva de imprensa, Fernando Diniz colocou em evidência alguns pontos negativos da performance de seu grupo. O treinador até que tentou reajustar o plantel do Fluminense, mas a expulsão de Thiago Santos colocou em xeque todo o planejamento da comissão técnica, incluindo a entrada de John Kennedy ao longo da partida.

– Não era um jogo para entrar o John Kennedy, a gente estava muito mais numa postura para não tomar o segundo gol do que fazer o primeiro. Se não tivesse o jogo da volta, eu teria colocado o John Kennedy com certeza. As chances maiores deles era em chutes de fora da área e bola aérea, então a tentativa do Lelê foi numa tentativa de tirar um pouco daquilo que acabou sendo o gol do Flamengo. A gente precisava de um jogador para marcar. Na minha opinião não era um jogo para entrar o John. Era capaz de ele tentar levar o time para frente sozinho, por causa do ímpeto que ele tem, e o time ficar mais espaçado – justificou Fernando Diniz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense com força máxima

Ao contrário do primeiro embate contra o Flamengo, no jogo da volta Fernando Diniz terá força máxima à sua disposição. A princípio, André não fez parte da lista de relacionados por ter cumprido suspensão por conta de uma expulsão no embate contra o Botafogo, pela 11ª rodada. Agora, se quiser sonhar com o tricampeonato estadual, o Fluminense terá que vencer o rubro-negro por três gols de diferença.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo