Últimas Notícias do Fluminense

Diniz tira a culpa da derrota de dupla do Fluminense

Na última terça-feira (16), o técnico Fernando Diniz entrou em campo ao lado do Fluminense, no segundo desafio pelo Campeonato Brasileiro 2024. Para a decepção dos torcedores, afirmando um problema evidente no elenco, o Tricolor acabou sendo derrotado de virada, para o Bahia, por 2 a 1. Após o duelo, o treinador se desviou de perguntas que apontavam o problema aos desfalques.

Além dos atletas que estão lesionados, o técnico decidiu poupar o zagueiro Felipe Melo e o lateral-esquerdo Marcelo. Para o profissional, quem entrou em campo proporcionou o seu melhor. O treinador enfrenta um problema evidente em relação à temporada de 2024, já que ainda não conseguiu completar uma sequência ao lado do time considerado titular.

“Quem estava tentou resolver o problema. É sempre bom poder contar com todo mundo e era o certo a se fazer nessa partida. A gente errou como um time, como um todo. Não houve nada específico porque o Felipe Melo e o Marcelo não vieram”, disse Fernando Diniz. Além dos dois poupados, o Fluminense segue sem poder contar com importantes nomes, e estuda possibilidades ao ano.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz defende elenco do Fluminense

A lista de ausências conta com os zagueiros Marlon e Thiago Santos, o volante Gabriel Pires, o meia Renato Augusto e os atacantes Keno e Lelê por problemas médicos. Outro questionamento que parece ter gerado indignação ao treinador, foi sobre uma possível fragilidade do meio-campo do Fluminense durante o confronto contra o Bahia.

“Para mim, futebol não é ter três jogadores específicos do meio. A gente sempre joga com muita gente no meio-campo, independentemente de quem joga. O (John) Kennedy voltou, ajudou. Trouxe possibilidade de ganhar profundidade e no cruzamento ter uma possibilidade de finalizar. Nunca pensei futebol assim. O time tem que saber ocupar o setor. Não tem a ver com o meio-campo”, revelou.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo