Destaques

Diniz surpreende todo mundo e decide dar chance à Martinelli na seleção brasileira

Comandante do Fluminense desde o segundo semestre de 2022, foi em 2023 que Fernando Diniz finalmente conseguiu suas primeiras glórias como treinador. Além de conquistar o Campeonato Carioca, seu primeiro título de peso na carreira, também conquistou a Libertadores da América.

Devido ao ótimo desempenho e por ter elevado o Fluminense a um novo patamar, o treinador foi chamado por Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, para ser o novo treinador da Seleção Brasileira até meados de 2024. Segundo o presidente, a vaga será cedida ao italiano atualmente no Real Madrid, Carlo Ancelotti.

No entanto, durante seu início de trabalho, Fernando Diniz sofreu com diversas inconsistências e críticas em sua maneira de jogar com o Brasil. Em cinco jogos, possui duas vitórias, um empate e duas derrotas, vindo de três jogos sem vencer, mas, para o jogo contra a Argentina, o técnico surpreendeu a todos e dará chance a Martinelli.

Fernando Diniz deve promover alterações na Seleção para o confronto contra a Argentina

Encarando a rival Argentina no Maracanã na próxima terça-feira (21), às 21h30 no horário brasileiro, pela 6ª rodada das eliminatórias, Fernando Diniz prepara novas mudanças para tentar reencontrar os caminhos das vitórias e deixar uma boa impressão nesta data FIFA, já que na última partida empatou com a Venezuela e perdeu para o Uruguai.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No último treino realizado com a Seleção na Granja Comary, o treinador do Fluminense e da Seleção escalou Gabriel Jesus na vaga de Vinicius Junior, que está afastado por lesão, e Carlos Augusto na esquerda, no lugar de Lodi, além do ponta Martinelli, que também entrará entre os titulares na ponta esquerda da Seleção.

Com isso, a provável escalação da Seleção para o clássico contra a Argentina deverá ser: Alisson, Emerson Royal, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Carlos Augusto; André e Bruno Guimarães; Martinelli, Gabriel Jesus, Rodrygo e Raphinha. Modificando um pouco a equipe em busca de voltar a vencer.

Vale lembrar que este será o último jogo de Diniz pelas eliminatórias, já que até o final de seu contrato, restarão apenas confrontos amistosos contra a Espanha e a Inglaterra na Europa, com as eliminatórias retornando apenas no final de 2024, com novo comandante de acordo com a programação da CBF.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo