Últimas Notícias do Fluminense

Diniz será punido por detonar a arbitragem do Fla-Flu?

No último domingo (23), Flamengo e Fluminense protagonizaram importante clássico no Maracanã, em confronto pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vale ressaltar que as duas equipes chegaram focadas na vitória, no entanto, entre diferentes motivações. O Tricolor buscava um resultado positivo, na tentativa de se livrar da zona de rebaixamento, algo que segue preocupando Fernando Diniz.

Com a vitória em 1 a 0, o Flamengo conseguiu segurar a primeira posição na tabela por mais uma rodada. A partida marcou importantes polêmicas, e no final, o técnico Fernando Diniz disparou sobre o gol marcado por Pedro, que ainda divide opiniões nos bastidores. A situação se desdobrou com a penalidade assinalada de Calegari em cima de Bruno Henrique.

“Eu acabei de ver o lance agora, e o pessoal tinha falado que não tinha sido pênalti, e de fato não foi pênalti, sob ótica nenhuma. Não dá para admitir que aquilo ali é pênalti. É mais falta no Calegari, pelo braço do Bruno Henrique, mas não tem como dar aquele pênalti, impossível o cara (árbitro) dar o pênalti, e o VAR não chamar”, iniciou o técnico Fernando Diniz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz discorda de marcação da arbitragem

O treinador reconheceu que a escolha da arbitragem pode ter definido o resultado da partida, algo que complica ainda mais a vida do Fluminense: “Foi determinante para o resultado do jogo, que pese que o Flamengo jogou melhor que o Fluminense, mas quem definiu o resultado do jogo foi a arbitragem. E contra o Cruzeiro, foi da mesma forma”, desabafou o técnico.

De acordo com Renata Ruel, comentarista de arbitragem da ESPN, a marcação foi acertada. Diniz, no entanto, entende que o lance foi marcado de maneira equivocada. Contando com o triunfo, o Flamengo completou 24 pontos e esteve na liderança do Campeonato Brasileiro por mais uma rodada. O Fluminense ainda está na última posição, com seis pontos.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo