Últimas Notícias do Fluminense

Diniz perde a cabeça e solta o verbo pra cima de jornalista

O clima entre as pessoas que trabalham no Fluminense e a imprensa está tenso. Após o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, insultar e ameaçar o jornalista e youtuber Gabriel Amaral, o técnico Fernando Diniz respondeu de forma brusca a um profissional da imprensa durante uma coletiva.

“Parece que estamos presenciando uma repetição constante. Você seleciona apenas um recorte conveniente de 11 jogos. Se analisarmos um recorte mais recente, que é o que realmente importa, nos últimos quatro jogos, vencemos dois e empatamos dois”. Fernando Diniz se equivocou, nos últimos três jogos, o Fluminense venceu um e empatou dois).

“Agora, você está pegando um retrospecto negativo apenas para criar problemas, assim como tantos outros fizeram na semana passada. Por favor, pare um momento e seja mais coerente com o que está acontecendo. Focar apenas nos aspectos negativos não faz nenhum sentido.”

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Manifestou-se sobre vaias

Apesar da classificação, a performance do Tricolor foi alvo de críticas e vaias da torcida, já que nos últimos 11 jogos, a equipe saiu vitoriosa apenas duas vezes.

Na coletiva realizada após o jogo, o técnico Fernando Diniz, exaltou a torcida que ainda aplaudiu a equipe. “Muita gente aplaudiu também. Vou ficar com os aplausos. Espero que a gente consiga jogar tão bem para aqueles que vaiaram, da próxima vez, aplaudam também”, afirmou Diniz.

O treinador fez questão de ressaltar a dificuldade da classificação e demonstrou empatia por aqueles que vaiaram a equipe. De acordo com Diniz, a tensão impactou o jogo da equipe: “Fizemos um 1 a 0 e se virasse nesse resultado, a gente com um pouco mais de folga, teríamos um desempenho melhor. Achei que o time estava mais preocupado em não errar do que procurar fazer com que o jogo fluísse”.

Rodrigo Simões

Apaixonado por futebol internacional e alternativo, assim como por lutas (MMA, sobretudo). A melhor coisa do mundo é desfrutar de um estádio em dia de jogo e de um bom show de rock n' roll.
Botão Voltar ao topo