Últimas Notícias do Fluminense

Diniz leva a pior e toma prejuízo de R$ 500 mil

O Fluminense, atual campeão da Copa Libertadores da América, encerrou sua participação pela fase de grupos de maneira satisfatória, garantindo a liderança do Grupo A. No entanto, recebeu notícias negativas após a classificação para as oitavas, pelos atrasos no confronto contra o Colo-Colo, na partida válida pela 4ª rodada. Assim, a Conmebol multou o clube e o técnico Fernando Diniz.

A multa que se desdobrou pela ação, gira em torno de 100 mil dólares (aproximadamente R$ 534 mil reais). O Fluminense chegou a ser denunciado no confronto, por ter se apresentado com 10 minutos atrasado ao Estádio Monumental de Santiago. De acordo com o Manual de Clubes da Conmebol, “as equipes devem planejar sua chegada ao estádio com pelo menos 90 minutos de antecedência”.

O detalhe foi relatado por um dos delegados do confronto. Com o evidente atraso, o Fluminense foi apontado pelo Artigo 5.1.2, algo que já gerava certa preocupação nos bastidores. A multa máxima prevista era de USD 15.000 (R$ 77 mil), mas a penalidade foi de USD 50.000 (R$ 257 mil). Para piorar a situação, Fernando Diniz foi enquadrado no artigo 5.1.11.6.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz busca virada de chave no Campeonato Brasileiro

O último quesito leva em consideração que o Fluminense atrasou 1 minuto e 20 segundos a volta do intervalo. A multa máxima para o técnico Fernando Diniz se desdobrou em USD 50.000 (R$ 257 mil). Os valores serão reduzidos em direitos de televisão ou patrocínio que está ligado à Copa libertadores da América. No entanto, ainda é possível que o Tricolor recorra às decisões.

Por ser o atual campeão da Libertadores, as expectativas sobre o trabalho de Diniz são grandes. O clube ainda terá que se desdobrar pelos desafios do Campeonato Brasileiro, onde busca uma virada de chave, após resultados entre altos e baixos. Na próxima terça-feira (11), entra em campo contra o Botafogo, longe de casa, e busca subir de posição na tabela.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo