Últimas Notícias do Fluminense

Diniz joga a culpa da derrota do Fluminense nas costas de André

No último domingo (3), o Fluminense contou com um resultado inesperado após o título da Recopa Sul-Americana, sendo derrotado em 4 a 2 para o Botafogo, em clássico pelo Campeonato Carioca. Com o revés no Maracanã, o time tricolor completou 11 partidas sem vencer um rival do Rio de Janeiro. O técnico Fernando Diniz, no entanto, não se mostrou satisfeito com o resultado.

O profissional comentou sobre as alterações e sobre a resposta negativa do elenco após a expulsão de André: “Alterações sempre foram no intuito de colocar o time mais para frente. Todas as alterações surtiram efeito positivo. quando fizemos o empate, estamos melhor no jogo, e aí aconteceu o lance da expulsão do André, que foi determinante para o Botafogo vencer a partida”, revelou.

O triunfo do Botafogo contou com gols de Marlon Freitas (2), Raí e Emerson Urso, surpreendendo os adversários, mesmo longe de casa. A equipe alvinegra aproveitou a pressão e acabou dificultando a saída de bola do adversário, que também poupou os principais jogadores e tinha menos entrosamento em determinados momentos. Diniz ainda comentou sobre os gols em 15 minutos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz comenta sobre gols do Botafogo

O Fluminense se desdobrava de maneira controlava, mas decidiu não ameaçar em grandes momentos o gol defendido por Gatito Fernandez. Para a equipe alvinegra, o resultado é extremamente importante, considerando que se prepara para retornar aos desafios pela Copa Libertadores da América. Quarta-feira, às 21h30, no Estádio Nilton Santos o Botafogo recebe o Bragantino no jogo de ida da terceira fase.

“Foi determinante, dois gols em 15 minutos. Poderia não ter sido também, né? Se não tivéssemos a expulsão, com o volume que estávamos, teríamos chance de virar. Acho que o Botafogo entrou mais ligado que a gente no jogo, e não tem nada a ver com o meio de campo. Eu não tenho essa “departamentalização”. Tem a ver o time como um todo, e o Botafogo soube aproveitar. Não quero tirar o mérito do Botafogo, teve mais ímpeto e mais fome para ganhar o jogo de hoje”, revelou.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo