Últimas Notícias do FluminenseDestaquesJogos e Partidas do Fluminense

Diniz fica indignado e se revolta com a torcida do Fluminense

Comandante carimbou classificação às oitavas da Libertadores

Durante a semana, a diretoria do Fluminense foi pega de surpresa com algumas pichações nos muros de sua sede. O principal alvo das críticas dos torcedores foi Fernando Diniz, que tem cometido algumas falhas ao longo da temporada. Apesar do conflito contra os tricolores, o treinador rebateu as acusações sofridas e revelou dar sequência a seus trabalhos mesmo sendo metralhado por insultos.

Em coletiva de imprensa após garantir a classificação do Fluminense às oitavas de final da Libertadores, o treinador fez uma levantamento geral do embate contra o Cerro Porteño. Ao ser questionado sobre as críticas da torcida sobre suas improvisações, o treinador rasgou o verbo e afirmou saber o que está fazendo dentro do clube.

– A gente não está ganhando ou perdendo por causa disso ou só por causa disso (improvisações). Se for falar de improvisação, o Fluminense não joga ou nunca vai jogar de maneira convencional como os outros times. Vou dar dado de realidade para que seja divulgada uma coisa para informar mais o torcedor do que deformar. Talvez a maior improvisação deste ano que as pessoas falam seja: “como pode jogar André e Martinelli na zaga?”. Eles jogaram no total 186 minutos como zagueiros. Nós tomamos um gol, que foi aquele contra o Botafogo, depois do gol de empate. Tomamos gol que o André errou uma bola que não erra quase nunca e fez o pênalti. Aquele foi o gol que tomamos e fizemos cinco gols. Então essa zaga que jogou, proporcionalmente ao tempo jogado, foi a que menos tomou gol. Isso não quer dizer que eles vão ser os zagueiros do time – afirmou Diniz.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Críticas a Fernando Diniz

Na temporada atual, Diniz acumula 46,96% dos pontos disputados sob o comando do Fluminense. Nesse ínterim, o treinador perdeu diversas peças por lesões, precisando ajustar todo o elenco. Como resultado das ausência, o comandante chegou a remover Martinelli do meio campo para fazer dupla na zaga com Felipe Melo.

Como forma de protesto, os torcedores tricolores escreveram frases como: “Eu sei que ele é zagueiro, mas e se eu improvisar ele de atacante?'”, “Cientista maluco!”, “O Fluminense não é laboratório!” nas paredes da sede do clube.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo