Últimas Notícias do Fluminense

Diniz desabafa sobre demissão no Fluminense

No último final de semana, o Fluminense retornou aos gramados em busca de uma recuperação pelo Campeonato Brasileiro, no entanto, não conseguiu superar o Flamengo. Em clássico pela 11ª rodada, o Tricolor foi derrotado por 1 a 0, com um gol que dividiu opiniões. Com o importante revés, a equipe comandada por Fernando Diniz segue na lanterna da tabela.

O Fluminense vem completando uma campanha irreconhecível, e especialmente no Campeonato Brasileiro, não há grande evolução. Em 11 momentos em campo, são apenas seis pontos conquistados, carregando grande preocupação sobre rebaixamento. Após o duelo, o técnico Fernando Diniz comentou sobre a possibilidade de demissão, e garante não ter preocupação sobre o assunto.

“Risco de demissão eu não tenho (preocupação). Não sou eu que me demito e me contrato. Não vou ter medo de ser demitido. Nunca tive isso na carreira. Tenho muita coerência no meu trabalho, mesmo que pese que é um momento ruim do Fluminense. Estamos tentando de tudo, dentro das minhas possibilidades, para ajudar o time a melhorar e conquistar as vitórias”, garantiu.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz critica arbitragem da partida entre Flamengo e Fluminense

Também após o duelo, o técnico Fernando Diniz criticou a arbitragem de Rafael Rodrigo Klein. O treinador não se conteve ao criticar o lance em que o árbitro marcou pênalti em Bruno Henrique, após dividida com Calegari. Pedro foi o responsável pelo tento. Para o profissional, o árbitro pode ter tomado a decisão errada e mudado o rumo da partida entre Flamengo e Fluminense.

“Eu acabei de ver o lance agora, e o pessoal tinha falado que não tinha sido pênalti, e de fato não foi pênalti, sob ótica nenhuma. Não dá para admitir que aquilo ali é pênalti. É mais falta no Calegari, pelo braço do Bruno Henrique, mas não tem como dar aquele pênalti, impossível o cara (árbitro) dar o pênalti, e o VAR não chamar. Foi determinante para o resultado do jogo, que pese que o Flamengo jogou melhor que o Fluminense, mas quem definiu o resultado do jogo foi a arbitragem. E contra o Cruzeiro, foi da mesma forma”, desabafou.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo