Destaques

Diniz chamou jogador do Tricolor de mascarado e acabou chorando no vestiário

Fernando Diniz é um treinador muito conhecido no cenário nacional por sua forma diferente de praticar o futebol. Apesar do começo difícil, onde não permanecia muito tempo nos clubes e seu trabalho era rotulado como “trabalho com data de validade”. Atualmente, no Fluminense, é considerado por muitos como o melhor técnico da América do Sul.

Diniz foi eleito pelo jornal El Pais como o grande treinador da América do Sul em 2023, após a conquista da Libertadores com o Fluminense. Muito do sucesso foi creditado ao seu excelente trabalho desde seu retorno ao Tricolor Carioca, onde já havia passado por seis meses em 2019 anteriormente, retornando no segundo semestre de 2022.

No entanto, um dos episódios mais famosos envolvendo o técnico e que por muito tempo marcou sua carreira foi o incidente com Tchê Tchê quando ambos estavam no São Paulo. Na época em questão, o Tricolor Paulista liderava a competição, mas vinha de uma queda de rendimento e brigas internas, culminando no confronto entre Bragantino e São Paulo.

Durante o jogo em questão, o São Paulo estava perdendo e posteriormente perdendo a liderança, e em um ataque de raiva, Diniz disparou contra o volante, chamando-o de ingrato, perninha e mascarado, gerando um tumulto enquanto o São Paulo estava em campo. Após o episódio, o time paulista sofreu uma queda de desempenho e terminou o torneio na quarta colocação, cinco pontos atrás do campeão Flamengo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Jogador revela bastidores da “treta” de Diniz 

Durante uma entrevista ao podcast “De Lavada”, o então lateral do São Paulo naquela época, Reinaldo, revelou como foi o vestiário após a briga, afirmando que o treinador Tricolor chorou após o episódio e dividiu o vestiário com jogadores indo contra o treinador, que foi mandado embora no início da temporada seguinte.

“Ele é o cara que trabalhou com Tchê Tchê por muitos anos; a relação dos dois era muito íntima. Ele se dava muito bem não só com Tchê Tchê, mas com todo o elenco. Um cara que conversa muito com os jogadores, não apenas dentro de campo, fora também, que dá muito conselho e que eu aprendi muito, desde a chegada dele.” – Revelou Reinaldo sobre o treinador que hoje é campeão da América com o Fluminense.

Atualmente, três anos após o episódio, Diniz está no Fluminense, Reinaldo no Grêmio, e Tchê Tchê no Botafogo. Apesar de não guardar mágoas de Diniz, Tchê Tchê já revelou chateação com o técnico pelo ocorrido, afirmando que foi desnecessário. Ele também destacou que foi naquele momento que o São Paulo entrou em uma crise que culminou na 4ª colocação.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo