Últimas Notícias do FluminenseJogos e Partidas do Fluminense

Diniz aponta convocação de John Kennedy para a seleção brasileira

Atacante marca gols em todas as decisões

Nesta segunda-feira (18), o Fluminense estreou na semifinal do Mundial de Clubes com vitória sob o Al-Ahly, do Egito, por um placar de 2 a 0. Com um show do Dinizismo, o Tricolor das Laranjeiras garantiu passagem à final da competição com um show de John Kennedy. Sem economizar nas palavras, o técnico da Seleção Brasileira falou sobre as chances do atacante ser convocado para o próximo compromisso do Brasil.

Em coletiva após o triunfo diante do Al-Ahly, Fernando Diniz falou sobre a partida impecável elaborada por seus jogadores. Cada vez mais próximo de faturar o título do Mundial de Clubes, o treinador falou sobre a importância de jogadores decisivos como John Kennedy. De modo geral, o atacante entrou próximo do fim da partida e marcou o gol da vitória tricolor.

“Muito potencial. Um potencial de ser um jogador brilhante. Brilhante, brilhante mesmo. É um cara de jogar na Seleção Brasileira, Libertadores, decidir Copa do Mundo… Potencial ele tem. A gente não sabe se isso vai acontecer. Tem uma estrada muito longo para ele percorrer, mas o potencial ele tem. Ele é um cara que tem carisma do gol, um cara que é predestinado a fazer gol” – disse Diniz.

Na temporada atual, John Kennedy disputou 51 partidas com a camisa do Tricolor das Laranjeiras. Em suas participações no Campeonato Carioca, Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão, o atacante de 21 anos marcou 18 gols e colaborou com quatro assistências.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

John Kennedy, o predestinado:

O principal jogador do Fluminense na temporada permanece sendo Germán Cano, mas John Kennedy já mostrou que tem qualidade de sobra para superar o argentino em termos de idolatria. De modo geral, seu maior triunfo ocorreu na principal competição continental. Predestinado, John Kennedy foi responsável por marcar gols em todas as fases do mata-mata da Libertadores da América.

Sendo assim, nas oitavas de final balançou as redes diante do Argentinos Juniors, enquanto nas quartas de final triunfou diante do Olimpia. Já na semifinal, o craque fez de vítima o Internacional, no Beira-Rio. Por fim, o gol do título em cima do Boca Juniors também foi dele.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo