Fluminense na Libertadores

Diniz admite o time do Fluminense perdido contra o Alianza Lima

Na última quarta-feira (3), o Fluminense retornou aos gramados e enfrentou o Alianza Lima, pelo primeiro confronto da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Mesmo com grande expectativa sobre o duelo, chegando como o atual campeão da competição, o Tricolor voltou para o Brasil apenas com o empate em 1 a 1. O único gol da equipe carioca foi marcado por Marquinhos.

Autor do gol da equipe peruana no duelo, Serna conquistou grande liberdade em diversas oportunidades de contra-ataque. De acordo com o técnico Fernando Diniz, os momentos positivos do adversário, são atribuídos aos erros cometidos pela própria equipe. O treinador acompanhou alguns erros que não são comuns para o elenco, possibilitando que o atacante criasse espaço.

“Ele não apareceu solto porque deixamos ele solto. A origem dele aparecer com chances de finalizar foram os erros que a equipe não costuma ter. A equipe não erra passes. Oferecemos muitos contra-ataques. Sabíamos que poderiam jogar dessa forma. Nessa hora que erramos o passe na primeira linha de construção eles tiveram chances”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense busca virada de chave em casa

Serna balançou as redes pela primeira vez, aos 34 minutos do primeiro tempo, enquanto Marquinhos encontrou o tento aos 26 da etapa final, salvando o time de uma decepcionante derrota. O time da casa conseguiu criar grandes chances de gol, no entanto, acabou perdendo inúmeras oportunidades e acabou lindando com o empate. O Fluminense não perdeu tempo para buscar o empate.

Com o empate, o Fluminense garantiu um pontinho neste início de competição, e ocupa a segunda posição do Grupo A com o Alianza Lima. O líder é o Colo-Colo, que conquistou uma importante vitória contra o Cerro Porteño, por 1 a 0, saindo na frente em relação aos adversários. No próximo confronto, o Tricolor busca a vitória em casa.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo