Últimas Notícias do Fluminense

Diniz admite jogar com 10 atacantes em partida do Fluminense


Durante uma coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, o técnico Fernando Diniz, do Fluminense, se posicionou firmemente em defesa de suas estratégias, frequentemente consideradas inovadoras ou até mesmo controversas, no comando da equipe.

Com a calma que lhe é característica, Diniz esclareceu que suas decisões táticas, incluindo as improvisações feitas em campo, são meticulosamente calculadas para maximizar as possibilidades de vitória do Tricolor.

Fernando Diniz explica suas escolhas táticas

“Para aumentar a chance de o time ganhar. Se tiver que botar 10 zagueiros e isso for me ajudar a ganhar, eu boto. Dez atacantes, eu boto. Foi assim que ganhamos. O Flamengo tem uma zaga boa, de saúde, de idade, e busca o Léo Ortiz, é diferente. Aqui é tentar colocar o melhor time” explicou o treinador, destacando sua flexibilidade tática e disposição para adaptar a formação do time conforme a necessidade de cada partida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz utilizou exemplos concretos para ilustrar sua abordagem: “Esse foi o trunfo na Libertadores e Recopa. Só ver quantas vezes virou jogos com recuo do André para a zaga. Como melhoramos com Marquinhos na direita, mais profundidade, dar liberdade para o Arias por dentro. Vou ajustando com as peças que tenho para ter mais chance de ganhar”.

Comparando a situação do Fluminense com a do rival Flamengo, que possui jogadores específicos para cada posição, Diniz ressaltou a importância de adaptar o time às circunstâncias, utilizando os recursos disponíveis da melhor forma possível.

A declaração de Diniz reforça sua reputação como um treinador inovador e destemido, disposto a desafiar convenções para levar o Fluminense ao topo. Com um histórico de viradas impressionantes e títulos significativos sob seu comando, o técnico deixa claro que, no futebol, a ousadia aliada à estratégia pode ser o caminho para a glória.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo