Últimas Notícias do FluminenseDestaquesJogos e Partidas do Fluminense

Destaque do Fluminense apaga fotos do clube no Instagram e força saída

Atleta pretende deixar o clube nos próximos dias

Umas das principais contratações do Fluminense para o vôlei feminino pode estar com os dias contados em Xerém. Após ser vítima de dois assaltos em um intervalo de dez dias, a ponteira sérvia Aleksandra Uzelac faltou aos últimos treinos do plantel e apagou as fotos de suas redes sociais em que aparecia vestindo o mando do Tricolor das Laranjeiras.

Sem prever os próximos passos, o Fluminense comunicou que está tentando resolver a situação com a jogadora, mas que medidas cabíveis serão tomadas mediante às ausências nos treinos. Cobiçada, pelo Sesc Flamengo, Uzelac desembarcou no Brasil para disputar a temporada 2023/24. Como resultado de sua destreza, a atleta se tornou a maior pontuadora da Superliga Feminina de Volêi, com 400 pontos em 20 jogos.

Com a presença confirmada do Fluminense nos playoffs, o clube tenta viabilizar a permanência de sua estrela até o fim da competição. Mediante a uma nota, a assessoria do tricolor escreveu: “clube, atleta e seu staff estão em entendimento para resolver a situação da melhor maneira possível para todos”. No mais, é valido destacar que a jogadora estará presente nas Olimpíadas de Paris, com a Seleção da Sérvia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Motivação para deixar o Fluminense

Sem revelar os detalhes dos infortúnios, Uzelac relatou os momentos de terror passados em sua estadia no Rio de Janeiro. No mês de fevereiro, a ponteira apresentou diversas crises de pânico ocasionadas por dois assaltos que sofreu. Potencializando ainda mais seu desejo de deixar o Fluminense, a craque manteve apenas três fotos com a camisa do tricolor nas suas redes sociais, e tirou o nome do clube de sua biografia.

– Houve negociações, nada era certo se continuaria na próxima temporada ou não. Mas depois de tudo isso, nem sei se vou terminar essa temporada no Fluminense. É muito possível que eu me dedique aos próximos dois meses e me prepare para a seleção. Se eu procurar ajuda de um psicólogo, certamente será na Sérvia, não aqui – contou a jogadora.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo