DestaquesÚltimas Notícias do Fluminense

Departamento médico do Fluminense vira exemplo no futebol brasileiro

Durante a temporada, o elenco do Fluminense foi muito testado em diversas competições, o que poderia ter causado um grande problema ao elenco Tricolor, que sofre com uma alta média de idade. No entanto, o time não parou, graças ao departamento médico que foi muito eficiente para o Fluminense.

Com uma média alta de idade em seu elenco titular, o Fluminense participou de diversas competições durante o ano de 2023, chegando às finais do Carioca e da Libertadores, além do Brasileirão e da Copa do Brasil, o que poderia ter causado um grande problema de lesões ao Flu.

Entretanto, devido ao departamento médico e aos tratamentos individuais com os jogadores, o Flu não teve muitos problemas na temporada, tendo agora apenas Jorge no DM (que está desde o início da temporada), com o time não sofrendo com lesões prolongadas e teve recuperações rápidas também.

Departamento médico do Flu é sinônimo de excelência

Um dos grandes exemplos de competência do departamento médico do Fluminense é às vésperas da Libertadores, quando o time tinha afastado Nino, que sofreu entorse no tornozelo, e Felipe Melo, com dores musculares. Apesar de sempre ser transparente com a torcida, os jogadores tiveram uma recuperação mais rápida do que o prazo, jogando e sendo campeões da Libertadores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

As laterais também são posições a se admirar, já que Marcelo, de 35 anos, e Samuel Xavier, de 33, não sofreram com lesões graves, assim como Ganso, que sempre foi uma incógnita na carreira devido a lesões e nesta temporada jogou quase completa, mostrando a excelência do Tricolor das Laranjeiras além das quatro linhas.

Além de Jorge, que está no DM e deve voltar ao Palmeiras no final do ano, o Fluminense também tem Manoel afastado. O zagueiro foi pego no exame de doping e tomou punição, voltando apenas na próxima temporada. Com boas reposições, o Flu conseguiu lidar bem com a ausência dos dois atletas.

O Flu agora tenta evitar novas lesões nesta reta final do Campeonato Brasileiro, já pensando no Mundial de Clubes realizado na Arábia Saudita, onde pode enfrentar o Manchester City da Inglaterra e quebrar a hegemonia dos europeus, que dura 11 anos, com times do velho continente sendo campeões.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo