Últimas Notícias do FluminenseFluminense na Libertadores

Conmebol define a arbitragem para Fluminense x Olimpia

O Fluminense deu um importante passo de olho na Semifinal da Copa Libertadores ao superar o Olimpia, do Paraguai, por 2 a 0 dentro do Maracanã, na última quinta-feira. O elenco de Fernando Diniz teve uma grande atuação e poderia até ampliar a vantagem que leva para o confronto no Defensores del Chaco, na próxima quinta (31), a partir das 21h30.

A Conmebol, aliás, também já divulgou os responsáveis pela arbitragem. A partida do Fluminense e Olimpia será apitada pelo venezuelano Jesús Valenzuela, de 39 anos, que esteve presente em nove jogos da Copa Libertadores na atual edição. Seis com brasileiros em campo. Os assistentes serão Jorge Urrego e Tulio Moreno, também da Venezuela. O VAR será da responsabilidade do argentino Mauro Vigliano.

A princípio, o Fernando Diniz & companhia estão em boas mãos. Valenzuela não causou polêmica nos confrontos que envolviam brasileiros na Libertadores e, no final de 2022, apitou a Copa do Mundo no Qatar. Foi somente o segundo árbitro da Venezuela a realizar tal feito na arbitragem.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

E agora?

O que preocupará o Fluminense é jogar fora de casa. O Flamengo não se sentiu à vontade no Defensores del Chaco e sofreu uma eliminação vergonhosa nas Oitavas de Final. O Tricolor, muito mais preparado, só tem um tabu contra. São dez duelos consecutivos como visitante sem vitórias. A última aconteceu em Maio, pelo Brasileirão, diante do Cruzeiro. O retrospecto depois, ficou em oito derrotas e dois empates.

O “início do fim” pode começar neste domingo, às 18h30, no Paraná. O Fluminense visita o Athletico, pela 21ª rodada do Brasileirão e o treinador Fernando Diniz exigiu foco total para aumentar a confiança do elenco, que sabe da importância de afastar o fantasma e encerrar o tabu antes de uma decisão.

Fábio

Apaixonado por futebol desde os primeiros passos, sou mais um dos que tiveram o sonho de se tornar jogador interrompido por lesões (é verdade, operei o LCA duas vezes), mas também, claro, por outros inúmeros motivos. Tento, no Jornalismo, manter o meu contato com o esporte que amo com uma escrita diferenciada e única.
Botão Voltar ao topo