Fluminense na Libertadores

Conmebol bate o martelo sobre o grupo do Fluminense na Libertadores

A temporada de 2023 ficou marcada de maneira histórica para o Fluminense, que ao comando do técnico Fernando Diniz, conquistou a sua primeira taça da Copa Libertadores da América. Com o desejo de dar continuidade à sequência de títulos, a torcida Tricolor acompanhará de perto o sorteio da fase de grupos da competição continental, que acontecerá nesta segunda-feira (18).

Às 20h, na sede da Conmebol, na cidade de Luque, no Paraguai, o Fluminense conhecerá os seus próximos adversários na Libertadores. Para o torcedor que deseja matar a ansiedade o mais rápido possível, é possível acompanhar a transmissão ao vivo, pelo canal ‘NETFLU’ no Youtube. A expectativa em relação aos confrontos é grande, especialmente pela quantidade de brasileiros.

Os grupos se desdobram da seguinte maneira: Pote 1: Fluminense, Palmeiras, River Plate (ARG), Flamengo, Grêmio, Peñarol (URU), São Paulo e LDU (EQU). No Pote 2, estão: Atlético-MG, Independiente del Valle (EQU), Libertad (PAR), Cerro Porteño (PAR), Estudiantes (ARG), Barcelona de Guayaquil (EQU), Bolívar (BOL) e Junior Barranquilla (COL). Além disso, mais dois grupos surpreendem.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fluminense acompanha possibilidades na Libertadores

No Pote 3, estão: San Lorenzo (ARG), The Strongest (BOL), Universitario (PER), Deportivo Táchira (VEN), Rosario Central (ARG), Alianza Lima (PER), Millionarios (COL) e Talleres (ARG). Enquanto no Pote 4: Caracas (VEN), Liverpool (URU), Huachipato (CHI), Cobresal (CHI), Palestino (CHI), Colo-Colo (CHI), Botafogo e o último classificado da 3ª Fase: Nacional (URU) ou Always Ready (BOL).

Vale ressaltar que o Fluminense, atual campeão da Libertadores, está classificado no Grupo A. Assim, será o primeiro time a descobrir seu adversário. Assim, quando finalizada a etapa, segue em diante com outros três potes. A equipe carioca viveu final histórica no Maracanã, derrotando o Boca Juniors ao lado da torcida, com emoção do início ao fim.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo