Últimas Notícias do Fluminense

Confirmado: Fluminense liberou joia da base de graça para o City antes da final

Em 2021, o Manchester City oficializou a contratação de Kayky, a jovem promessa do Fluminense, de 17 anos, conhecido como o “Neymar canhoto”. O atacante permaneceu no Tricolor até o final da temporada e, a apenas a partir de 2022, foi fazer parte do elenco comandado pelo técnico espanhol Pep Guardiola, sendo contratado por cinco temporadas.

A negociação envolveu a aquisição de 80% dos direitos econômicos de Kayky pelo Manchester City, com um pagamento fixo de €10 milhões de euros (R$ 66,5 milhões) mais bônus potenciais de até €11 milhões (R$ 73,2 milhões). Esses bônus incluem metas de curto/médio prazo no valor de €7 milhões de euros e metas a longo prazo de €4 milhões de euros.

Além disso, há uma cláusula de opção de compra dos 20% restantes por €5 milhões de euros, totalizando um possível montante de €26 milhões de euros (R$ 173 milhões) ao time das Laranjeiras.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Kakyky deixou precocemente o Fluminense

Kayky, parte da chamada “Geração dos Sonhos” do Tricolor, já havia chamado a atenção da mídia europeia sendo eleito o melhor jogador sub-17 do mundo em uma votação popular da “Football Talent Scout”. O atacante se destacou na equipe sub-17 do Fluminense, conquistando o título brasileiro e sendo vice-campeão da Copa do Brasil.

Além de Kayky, o Fluminense também negociou Metinho, um volante de 17 anos da mesma geração, com o City Football Group. Metinho se transferirá para o Troyes, da França, em uma transação que pode render até €13 milhões de euros (R$ 86,5 milhões) ao Tricolor.

A negociação ainda abre espaço para possíveis intercâmbios de atletas e membros da comissão técnica entre o Fluzão e os clubes do grupo pelo mundo.

Alvaro Cunha

Completamente apaixonado por esportes, videogames e cinema. Acompanha diversas competições de futebol, futebol americano, corridas, golfe e outros esportes.
Botão Voltar ao topo