Destaques

Caso Daniel Alves foi decretado? Jogador recebeu liberação da Justiça?

Após a Copa do Mundo de 2022 e a eliminação traumática do Brasil nas quartas de final, Daniel Alves, que estava com a Seleção, tornou-se destaque nos principais jornais do mundo após ser acusado de agressão sexual contra uma mulher de 23 anos durante uma noite em uma balada noturna na Espanha.

Na época, Daniel Alves era jogador do Pumas do México, e após o incidente, o jogador teve seu contrato rescindido com o clube mexicano e foi preso pela justiça espanhola. No próximo dia 20 de janeiro, completará um ano desde sua prisão, e durante esse período, Daniel Alves mudou sua versão da história diversas vezes.

Inicialmente, o jogador alegou inocência, afirmando que a relação sexual foi consensual. No entanto, o ex-lateral direito alterou sua versão várias vezes, chegando a afirmar que sequer conhecia a vítima e, posteriormente, admitindo conhecê-la. Vale lembrar que a pena para esse tipo de crime no país é de até 12 anos de reclusão.

Embora quase um ano tenha se passado, o julgamento de Daniel ainda não ocorreu e está marcado para acontecer neste mês de janeiro, quando será proferida a sentença final do caso. Apesar do pedido inicial de 12 anos de prisão, caso seja condenado, a tendência é que o jogador cumpra no máximo seis anos atrás das grades.

Isso se deve ao fato de que a defesa do jogador pagou à Justiça o valor de 150 mil euros como indenização à denunciante. No entanto, a advogada da mulher que sofreu o abuso de Daniel contesta a possível redução da eventual pena, afirmando que nenhum dinheiro pagará pelo que a moça sofreu na noite em Barcelona.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Ministério Público fez uma solicitação sobre o caso de Daniel Alves, pedindo dez anos de liberdade vigiada após o cumprimento da pena em cárcere. Além disso, mesmo após esse período, seria proibido qualquer tipo de contato do jogador com a vítima, seja por meio de comunicação ou procurá-la.

Daniel Alves já mudou sua versão diversas vezes no caso

Um dos elementos que mais indicam a ocorrência do crime são as constantes mudanças de versão por parte do ex-jogador, criando diversas contradições em seus relatos. Além disso, Daniel trocou de equipe de defesa e teve três pedidos de liberdade provisória negados, com a Justiça alegando risco de fuga.

Agora, com o julgamento final marcado para o início de 2024, até a família do jogador entrou em polêmica. A mãe de Daniel revelou a identidade da denunciante, gerando muita controvérsia por expor a vítima, que sofreu problemas psicológicos decorrentes do caso. Vale lembrar também que a esposa de Daniel deixou o jogador após o ocorrido.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo