Últimas Notícias do FluminenseDestaquesEx-Jogadores e Ídolos do FluminenseMercado da Bola do Fluminense

Caio Henrique trai o Fluminense e decide jogar em outro time no Brasil

Lateral elogiou Fernando Diniz

Aproveitando as férias no Brasil após o fim da temporada europeia, Caio Henrique concedeu entrevista ao ge e falou sobre as expectativas sobre sua carreira. Com passagem pelo Fluminense, lateral-esquerdo deixou Xerém de lado e deixou em aberta a possibilidade de defender as cores do Santos, clube que o revelou nas categorias de base.

Atualmente defendendo o Mônaco, da França, Caio Henrique passou por altos e baixos na temporada passada. Após início promissos na equipe francesa, o brasileiro foi convocado para defender a Seleção Brasileira sob orientações de Fernando Diniz, mas acabou lesionando gravemente o joelho esquerdo. Focado em sua recuperação, o lateral acabou deixando escapar sua paixão pela equipe alvinegra.

“Meu avô sempre acompanhou, me levava todos os dias para Santos. Era uma vontade dele que eu estreasse pelo profissional do Santos. Também tinha muito essa vontade, infelizmente por vários motivos, não aconteceu. Mas por que não? Voltar da Europa, poder jogar no Santos com minha família perto, com meus amigos de infância santistas perto. Poderem ir na Vila Belmiro e assistir a um jogo meu? Seria bastante legal”, disparou ele.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Carinho pelo Fluminense não é descartado

Com as oportunidades dadas nas Laranjeiras, Caio Henrique conseguiu mostrar seu melhor futebol com as cores branco, verde e grená. Mesmo cogitando retornar ao Brasil para defender o Peixe, o Time de Guerreiros permanece tendo um lugar especial na carreira do defensor. Sem enrolação, o craque abriu o coração não somente pela instituição, como por Fernando Diniz.

“Foi a virada de chave na carreira. Foi um momento muito especial para mim. Tenho carinho especial pelo Fluminense. Foi o time que me abriu as portas após minha passagem pelo Paraná e onde me encontrei. Também sou muito grato ao professor Diniz. Foi um cara que apostou em mim, me deu confiança. Desejo muita sorte a ele e ao Fluminense. Foi um ano muito especial para mim”, disparou o atleta.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo