Últimas Notícias do FluminenseDestaquesJogos e Partidas do Fluminense

Arias não se cala após erro grotesco da arbitragem na final

O primeiro jogo pela final da Recopa Sul-Americana finalmente aconteceu. Diante de uma altitude que foi um verdadeiro problema para o clube das três cores, o Tricolor enfrentou mais do que 11 jogadores no duelo contra a equipe equatoriana. Em um jogo fechado, repleto de polêmicas e com uma arbitragem duvidosa, os jogadores do Fluminense comentaram sobre o apito após o confronto.

Apesar de ter sido um pouco inferior à LDU e ter sofrido com a altitude, o Flu segurou o 0x0 até os últimos minutos do confronto. Contudo, um gol bastante polêmico, tanto pelo início da jogada que originou a falta quanto pelo possível impedimento, gerou revolta nos tricolores de todo o país.

Vale lembrar que na primeira etapa, em uma das raras escapadas do Fluminense, Germán Cano foi calçado e empurrado dentro da área. Mesmo com o auxílio do VAR, que foi usado para legitimar o gol dos equatorianos, não foi utilizado para verificar o possível pênalti para o Flu. Diante de toda a polêmica, Arias falou na zona mista sobre o comportamento dos árbitros.

“Eu não quero ser chorão. Não adianta muito reclamar. Foi um erro humano que acontece. Frustração. Agora é focar. Não adianta reclamar. Se errou, é ver o que dá para melhorar, buscar o resultado e sair campeão.” – Falou Arias, que já pensa no jogo de volta no Maracanã, onde o Flu terá que tirar a diferença no placar agregado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Maracanã promete estar lotado para a volta

Com toda a recente rivalidade entre Fluminense e LDU, que vem crescendo nos últimos anos, o clube Tricolor terá a terceira chance de ganhar a final contra o clube de Quito. Para isso, é esperado um Maracanã lotado, onde a maioria dos ingressos já foi vendida antecipadamente, transformando o Maracanã em um verdadeiro caldeirão.

Fluminense e LDU voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira (29/02) às 21:30 no horário de Brasília. Para o jogo, o Tricolor terá que vencer por dois ou mais gols de diferença no tempo normal para ser campeão. Em caso de vitória por um gol de diferença, a decisão será definida nas penalidades máximas.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo