Destaques

Após ser pego no doping Gabigol fica muito perto de deixar o Flamengo

O atacante Gabigol se tornou assunto evidente nos últimos dias, no entanto, não por uma atuação específica em campo. O atleta acabou sendo suspenso pelo Tribunal de Justiça Antidopagem na semana passada, algo que surpreendeu os torcedores. Consequentemente, a renovação de contrato que já era estudada entre o jogador e o Flamengo, serão repensadas. 

O clube carioca chegou a ter um acordo firmado com os representantes do jogador, pensando em um novo contrato que alcançasse até a temporada de 2028. No entanto, o acordo foi deixado de lado. Agora, deve deixar para resolver o problema em dezembro, mesmo com a possibilidade de que o atacante assine um pré-contrato com outro time a partir de julho. 

“O contrato do Gabriel termina dia 31 de dezembro, e a partir do dia 1º de junho ele tem liberdade de assinar com qualquer outro clube. O Flamengo historicamente já demonstrou em diversas oportunidade que ele leva o contrato dos jogadores até o fim e renova no final. Fizemos isso com Diego Ribas, Diego Alves, Filipe Luís, Bruno Henrique, e eles renovaram com o Flamengo”, iniciou o presidente Rodolfo Landim em entrevista à Rádio CBN.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Gabigol esperava aumento salarial no Flamengo

No entanto, no caso de Everton Ribeiro, o jogador recebeu uma oferta melhor e decidiu buscar novos ares na carreira. O novo acordo foi determinado em outubro, no entanto, não chegou a ser finalizado de maneira satisfatória. Além da renovação por mais temporadas, a negociação levava em consideração a valorização salarial, pensando que Gabigol não recebeu aumento desde a compra em definitivo.

“A gente vai fazer uma proposta. (…) O Gabigol vai ter essa oportunidade para ele decidir. Então não dá para a falar unilateralmente se a gente conta com ele ou não. Certamente vamos querer contar, mas pode ser que ele tenha outras oportunidades melhores do que jogar no Flamengo. Vai estar na mão dele decidir isso”, completou Landim.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo