Últimas Notícias do Fluminense

Após ser esquecido por Dorival, Nino rasga o verbo sobre o técnico

A temporada de 2023 ficou marcada de maneira positiva para o Fluminense, conquistando o seu primeiro título pela Copa Libertadores da América. A conquista foi ainda mais especial, por ter se desdobrado no Maracanã, coincidentemente escolhido como campo neutro. Entre os destaques no elenco comandado por Fernando Diniz, estava o zagueiro Nino, nome de grande experiência.

O profissional liderou o Fluminense na vitória da Conmebol Libertadores, e agora, veste a camisa do Zenit, da Rússia. Em entrevista recente, o jogador foi questionado sobre a possibilidade de guardar ressentimentos em relação ao atual técnico da Seleção Brasileira, Dorival Júnior. Nino também conquistou a medalha de ouro olímpica em 2020-21, e foi convocado por Diniz, enquanto dirigia a equipe nacional.

No entanto, mesmo com a ausência na lista de convocados, garante que não há qualquer tipo de mágoa em relação ao profissional: “Nunca pude trabalhar com o Dorival, mas só ouço coisas boas de quem trabalhou. Estava com expectativa para a primeira convocação do ano, por ter ido todo o ano passado, ter acabado o ano muito bem”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Nino impressiona em declaração sobre Dorival

Nino ainda comentou que entendia a possibilidade de não estar no próximo desafio da Seleção: “Mas essa da Copa América eu já sabia que eu não ia, pela primeira (convocação), em que meu nome não foi lembrado. Mas é algo que vou seguir trabalhando para que um dia aconteça, porque segue sendo meu sonho. Mas estou muito em paz com o que tenho vivido aqui no Zenit”, comentou o ex-atleta do Flu.

Ao final da temporada passada, o Fluminense decidiu realizar a liberação de Nino, com uma venda ao Zenit, da Rússia, que se desdobrou em aproximadamente cinco milhões de euros (R$ 27 milhões), números extremamente importantes ao time. Vale lembrar que o Fluminense é dono de 60% dos direitos do atleta, então ficou com R$ 16,20 milhões.

Isadora Reis

Estudante de jornalismo, torcedora assídua do futebol nacional e apaixonada por escrever sobre esportes.
Botão Voltar ao topo