Destaques

Após morder torcedor, Marcos Braz se envolve em nova polêmica no Flamengo

O Flamengo viveu em 2023 uma série de polêmicas dentro e fora de campo, não conquistando títulos, sofrendo com sucessivas trocas de treinador e vendo seu principal rival, o Fluminense conquistar a América, o clube Rubro-Negro visa, em 2024, um trabalho mais “silencioso”, evitando os mesmos erros cometidos em 2023.

No entanto, logo no início do ano, Marcos Braz, que no ano anterior ficou conhecido por se envolver em uma briga com um torcedor no meio de um shopping center no Rio de Janeiro, mais uma vez se envolveu em uma polêmica. Desta vez, ultrapassou fronteiras ao arrumar uma pequena confusão contra o futebol argentino, mais especificamente o Boca Juniors.

Sendo uma pessoa bastante polêmica, o vice-presidente de futebol do Flamengo, que foi mantido por Landim mesmo após todas as polêmicas com o torcedor, virou notícia na Argentina após comentar sobre o interesse do Boca em Arrascaeta. Dessa vez, o vice-presidente afirmou que o Boca teria que vender La Bombonera para comprar Arrascaeta, algo que não foi bem recebido no país vizinho.

Jornal Argentino rebate críticas de Marcos Braz

Sendo um dos principais jornais esportivos da América do Sul, o diário Olé da Argentina falou sobre toda a polêmica envolvendo Marcos Braz, onde afirmou que o vice-presidente do Flamengo costuma ser um líder com uma dose de polêmica, bastante impulsivo, o que inclusive gerou a confusão com o torcedor.

O jornal ainda destacou principalmente a polêmica recente de Marcos Braz, que agrediu o torcedor do seu próprio clube no shopping, onde o jornal argentino chamou a confusão de ato de escândalo, dando muita repercussão ao assunto comentado por Marcos Braz envolvendo um dos principais clubes do país vizinho, o Boca Juniors.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Vale lembrar que toda essa “polemica” envolvendo Flamengo e Boca por Arrascaeta começou após alguns portais especularem um possível interesse do clube argentino em Arrascaeta. Foi confirmado ainda que o Boca teria preparado uma grande missão para trazer o meia no meio do ano e formar um time ao redor do jogador.

O objetivo do Boca, inclusive, é se reforçar e voltar a assumir o protagonismo na América do Sul, onde em 2024, após o vice para o Fluminense na Libertadores em 2023, não conseguiu vaga para a Libertadores, tendo que atuar neste ano pela Copa Sul-Americana.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo