Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense no BrasileirãoJogos e Partidas do Fluminense

Após derrota para o São Paulo, Fluminense anuncia a saída de Diniz

Treinador não estará em campo na sexta rodada da Série A

Na noite desta segunda-feira (13), o Fluminense encarou o São Paulo no Morumbis, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e foi derrotado por 2 a 1, de virada. No entanto, o que chamou a atenção mesmo foi a expulsão de Fernando Diniz por Anderson Daronco. O árbitro da partida interferiu na briga verbal entre Luciano e o treinador, aplicando cartão amarelo para o atacante e vermelho para o técnico do Tricolor das Laranjeiras. 

Na reta final do primeiro tempo, Luciano e Diniz se estranharam após o treinador cobrar fair-play do jogador, o que não foi respeitado. Na ocasião, Manoel, zagueiro do Fluminense, chutou a bola para fora de campo com o objetivo de ser atendido após sentir desconforto. Entretanto, o camisa 10 do São Paulo ignorou a lesão do adversário, que estava caído, e cobrou o lateral. Como resultado da ação antidesportiva, atacante e treinador protagonizam uma confusão generalizada, que precisou ser contida por companheiros de profissão e arbitragem. 

Mesmo estando em lados opostos da briga, Anderson Daronco foi irredutível ao expulsar somente Fernando Diniz, o que gerou fortes debates nas redes sociais. Durante a transmissão da partida, foi perceptível, por meio de leitura labial, identificar o treinador falando para Luciano: “Você acabou para mim”. Em continuidade, o técnico do Fluminense ainda retruca o dono do apito: “Vai me expulsar porque mandei tomar no **? Tá todo mundo mandando todo mundo tomar no **, Daronco”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Diniz questiona postura do árbitro

Em entrevista coletiva após a derrota do Fluminense, Fernando Diniz não entrou em detalhes sobre o que ouviu de Luciano, mas ficou na bronca com a arbitragem. Segundo o treinador do Time de Guerreiros, todos os jogadores e treinadores perdem a cabeça dentro das quatro linhas, mas nunca são expulsos por xingamentos. 

— Não vou comentar o que o Luciano falou. Todo mundo sabe no futebol que xingar é do jogo. Todo jogo tem isso. No meio do futebol, é uma linguagem comum. Nunca vi alguém ser expulso por falar palavrão. Foi o que ele falou. Não tem critério. Não estou julgando sobre ele não ter expulsado ninguém do São Paulo, porque não tem que expulsar mesmo por palavrão — disse Diniz.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo