DestaquesEx-Jogadores e Ídolos do Fluminense

Aos 35 anos, grande ídolo do Fluminense resolveu parar por conta de problemas sérios

O Fluminense é um clube que sempre tem muita identificação de diversos jogadores, tanto a torcida quanto os atletas têm uma conexão muito grande com o Tricolor, o que sempre se torna um grande desafio nas saídas e principalmente nas aposentadorias de dentro do clube, e uma das mais difíceis foi certamente a de um atacante do clube.

O jogador em questão é Washington, mais conhecido como Coração Valente. A história do atacante em si já é de muita superação, pois, no início de sua carreira, ele enfrentou diversos problemas de saúde, ganhando até o apelido de coração valente por ter dado a volta por cima e retomado sua carreira profissional.

Ídolo do Fluminense e campeão pelo clube, Washington pendurou as chuteiras no início de 2011 com a camisa do Flu, principalmente devido a problemas de saúde. O atacante, que na época tinha 35 anos, tinha acabado de ser campeão brasileiro com o Tricolor em 2010, e ao lado do vice-presidente do Flu na época, não conteve a emoção.

“Realizei o sonho de ser jogador de futebol. Dentro deste sonho conquistei título, amigos… É duro dizer alguma coisa neste momento. Quero agradecer a Deus, minha família, amigos, companheiros, treinadores, clubes onde marquei minha história. Desculpem a emoção, é até meio chato, mas não aguento. Só quero agradecer” – Falou Washington em sua despedida.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Atacante encerrou a carreira devido a problemas de saúde

Sofrendo com problemas de saúde ao longo de sua carreira, que chegaram a colocar até mesmo a vida do jogador em questão em risco, Washington conseguiu se recuperar e até hoje é um dos maiores exemplos de superação em todo o esporte. No entanto, em 2011, o jogador que tinha planos para continuar resolveu deixar o futebol.

A decisão do atleta foi tomada durante a pré-temporada do Flu em 2011, e em uma sala improvisada no hotel do clube, ao lado do vice-presidente na época e do presidente do patrocinador, o atacante comunicou a todos que estava deixando o futebol. Apesar de dar ênfase a não ser apenas por problemas físicos de saúde, também foi um dos motivos que levaram à retirada do jogador dos gramados.

Pelo Fluminense, Washington se tornou ídolo e fez parte do histórico time que quase foi campeão da Libertadores. No Tricolor, o atacante teve duas passagens, uma em 2008, fazendo 51 jogos e marcando 33 gols, e outra em 2010, fazendo 26 jogos e marcando oito gols, ajudando principalmente a tirar o Tricolor da fila de 26 anos sem títulos brasileiros.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo