Últimas Notícias do FluminenseDestaquesFluminense no BrasileirãoJogos e Partidas do Fluminense

André surpreende a todos e sela saída do Fluminense

Volante estava agastado dos gramados há mais de 60 dias

Nesta quinta-feira (4), Fluminense e Internacional se enfrentaram em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida em questão marcou o retorno de André ao gramados após ter ficado afastado por cerca de dois meses por problema ligamentar no joelho. No entanto, o volante não dará sequência a seus trabalhos no tricolor, uma vez que recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalcará o plantel contra o Fortaleza.

Aos 49 minutos do primeiro tempo, André colocou em evidência a sua importunação para o Fluminense. O camisa 7 foi o responsável por ter dado a assistência para Paulo Henrique Ganso, que culminou com gol de empate em 1 a 1, diante do Internacional. Todavia, nos acréscimos da segunda etapa, o craque fez falta dura em cima de jogador adversário e foi advertido com o cartão amarelo.

Enaltecido por parte da torcida presente no Maracanã, o jogador terá uma rodada para se adequar ao estilo de jogo implementado por Mano Menezes, mas fará isto fora da lista de relacionados. Sendo assim, neste domingo (7), o treinador do Time de Guerreiros terá que quebrar a cabeça para escalar um novo nome para o setor. No mais, o Fluminense viaja até a Arena Castelão para confronta o Fortaleza às 16h (Horário de Brasília).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

André se torna unanimidade no Fluminense

Durante presença na coletiva de imprensa, Mano Menezes reservou um momento para enaltecer a postura adotada por André mesmo tendo se recuperado de lesão recentemente. Para o treinador, a presença do volante é mais que essencial no coletivo do Fluminense, além de melhor a dinâmica com o sistema ofensivo de Xerém.

“André é unanimidade da função no Brasil. Foi usado mais atrás pela característica do trabalho e antes. Acho importantíssimo na função, dá uma segurança muito maior na saída que os outros. Perdemos para o Fortaleza, mas a ideia do que pensamos para o jogo era para exatamente aproximar a equipe para ter força de retomada no meio e mais adiante, para competir mais, igualar a competição do jogo e para os outros também terem bom exemplo disso”, afirmou o treinador.

Iara Alencar

Sou apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Trabalho há cinco anos como redatora esportiva e publico matérias sobre as principais ligas da modalidade. Adoro escrever e estar por dentro de tudo que envolva o mundo da bola.
Botão Voltar ao topo