Últimas Notícias do FluminenseJogos e Partidas do Fluminense

Agora é oficial: Diniz não vai mais comandar o Fluminense

No último final de semana, o Fluminense, com diversos desfalques, entrou em campo pelo Campeonato Brasileiro para enfrentar o Atlético MG, buscando sua segunda vitória consecutiva após o triunfo sobre o Goiás na semana anterior. No entanto, a equipe acabou derrotada e sofreu prejuízos.

Além da derrota por 2×0 para o time mineiro, o Fluminense também enfrentou grandes perdas no jogo. A equipe já não contava com Germán Cano e Ganso, que estavam cumprindo suspensão e devem retornar apenas para a final da Libertadores, sendo poupados no Campeonato Brasileiro.

Todavia, o principal problema foi a ausência de Fernando Diniz. O comandante do Time de Guerreiros não fará mais parte da equipe no Brasileirão, estando apenas à beira do campo na Libertadores no dia 4 de novembro, representando mais um desfalque para o Flu no Campeonato Brasileiro.

Diniz é baixa de peso no Fluminense

Sendo um dos responsáveis por essa nova fase vitoriosa do Fluminense e por colocar o clube nos trilhos novamente, o treinador Fernando Diniz ainda tem um ponto que é bastante criticado pelos torcedores: seu destemperamento. Essa abordagem mais forte do técnico acaba lhe rendendo uma fama ruim com os árbitros, resultando em diversas punições com cartões.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na partida contra o Atlético MG, isso se confirmou quando o técnico sofreu seu terceiro cartão amarelo e estará fora do duelo contra o Bahia em Salvador. No entanto, a suspensão pode até ser vista como benéfica ao clube, já que durante a semana as atenções estarão voltadas para a Libertadores.

Com Eduardo Barros provavelmente treinando a equipe no confronto contra o Bahia, Diniz deverá ficar no Rio de Janeiro comandando os treinos do time. Devido à logística do clube, o Fluminense deve enviar reservas e jogadores da base para o duelo com o Bahia, como ocorreu diante do Athletico Paranaense e Cuiabá ainda este ano.

Isso permitirá que a maioria dos jogadores do elenco principal fiquem no Rio, entrem no clima da final e deem os retoques finais nos treinamentos, pensando no sonho da Glória Eterna sob o comando de Fernando Diniz. Pelo menos, essa suspensão do técnico pode ter um ponto positivo para a equipe.

Leonardo Simões

Trabalhar com futebol é algo que hoje é minha maior realização, por mais que em outras áreas eu tenha uma boa qualidade é no futebol que eu me identifiquei.Também sou apaixonado por basquete e sempre tento acompanhar todas as ligas, sendo bem antenado a acompanhar diversos esportes além do futebol.Antes de trabalhar com futebol fiz diversos trabalhos, sendo de atendente em shopping até vendedor em televendas, e principalmente após começar a faculdade de jornalismo decide rumar para a área esportiva.
Botão Voltar ao topo